segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Como reformar assento de cadeira - Faça você mesmo


Esse projeto é especial. É o primeiro que eu realizo fora da minha casa e mais, foi feito na casa de uma grande amiga/irmã. História é a seguinte:  a Poli mudou pro seu primeiro apartamento há pouco tempo. Aí naquela história de reforma/armários/chaves não sobrou muita grana pra decorar o novo canto. Lógico que eu não ia deixar ela desamparada. 


A primeira reforma que ela sugeriu foi a das cadeiras que tinham um assento coberto em courino branco que de branco não tinha mais nada. Como ela curtiu demais as minhas cadeiras (é leitora assídua) sugeri fazermos algo parecido. As cadeiras têm assentos estofados, então a técnica teve que ser diferente. O primeiro passo foi escolher o tecido. Mais uma vez optei pelo Acquablock da Karsten Decor, é um técido coringa porque é muito resistente à sujeira e à água, além de ter uma cartela de estampas muito legal. Como a Poli anda meio encantada com verde, escolheu a estampa Campeche. De imediato, eu achei meio com cara de natal, mas a casa é dela né? E olha que no fim das contas ficou muito melhor do que eu imaginava. Intuição feminina define.

O primeiro passo é retirar o assento das cadeiras. É só usar uma chave de fenda que sai bem fácil. Depois, abra o tecido e, usando o assento como referência, risque o tecido (no avesso, claro) respeitando uma margem de uns 5 cm. 


Recorte o tecido seguindo o desenho feito. Agora, usando um grampeador de tapeceiro (já falei dele aqui), vire as extremidades do tecido e grampeie no fundo do assento. Essa parte é bem fácil também, só puxe bem o tecido para evitar que ele enrugue. Mantenha um espaço de uns 2 dedos entre um grampo e outro.


Pra facilitar, grampeie tudo por cima do forro antigo, não precisa tirar ele não. Inclusive, se a cadeira for muito capenga, ajuda a deixar mais macio né? Assentos pronto, é só prender de novo na base da cadeira e mostrar pra todo mundo sua nova criação.



>> O grampeador de tapeceiro custa em média 40,00. Existem alguns xingling mais baratos mas não compensa não, quebram fácil.
>> O tecido acquablock custa em média 26,00 o metro (a largura é de 1,40m)
>> No site  e no facebook da Karsten Decor tá cheio de idéias bacanas, vale dár uma olhada.
>> Esse projeto é muito fácil de ser feito, tanto que já apareceu várias vezes na Galeria do Leitor.
>> Primeiro projeto fora de casa e já tô me sentindo no Lar Doce Lar. Boa tarde Luciano!

O apê da Poli vai aparecer por aqui mais vezes. Tem um monte de gente pedindo pra falar de ambientes pequenos e escolhi a casa dela como cobaia. E fica a dica: às vezes fazer algo com seus amigos (um reforma, por exemplo) vale muito mais do que um presente caro pro novo canto dele(a). Invista mais nisso então, ok? Um beijo enorme pra Poli que é uma irmã que a vida me deu e acompanha esse blog desde o começo.

E um beijão procês também pra não rolar ciúme. Até mais!

Marcadores: , ,

13 Comentários:

Às 12 de agosto de 2013 05:49 , Anonymous Stephany Rodrigues disse...

Estou há séculos enrolando pra fazer isso em duas cadeiras que tenho em casa. Só não fiz ainda porque preciso de um tampo novo e o grampeador de madeira. Uma ideia muito simples e que pode dar uma grande mudada no visu da mesa!

 
Às 12 de agosto de 2013 06:26 , Anonymous Mayra disse...

Oi Eduardo!!! Já fiz isso em casa, e como não tinha um grampeador para tapeceiro e nem queria investir em um para arrumar apenas quatro cadeiras, colei os tecidos com cola de isopor (!) rss... Deu super certo e as cadeiras ficaram lindas!!

 
Às 12 de agosto de 2013 06:44 , Anonymous Catarina Lazzaris disse...

Já fiz isso também! Ajuda muito quando temos uma grampeadeira daquelas... Ficou lindo!

 
Às 12 de agosto de 2013 06:51 , Anonymous Mariadvir . disse...

Há um tempo atrás minha mãe encapou as cadeiras nas mesmas cores do sofá rsrs, na época a mesa de cada ficava na copa que ficava ao lado da sala separadas por uma bancada. Bem legal!

 
Às 12 de agosto de 2013 07:12 , Anonymous Juliana Oliveira disse...

Oi Edu,


Também fiz algo parecido, mas em vez de grampear eu pedi para minha mãe costurar capas com elástico. Vê aí ó:
http://acasadajuliana.blogspot.com.br/2013/01/ora-bolas.html



Bjão

 
Às 12 de agosto de 2013 08:05 , Anonymous Josiane Santos disse...

Adorei Edu!
Eu e namorado começamos a nossa caminhada rumo a nossa casa e como eu sei que a grana será escassa pra móveis e decorações, eu tô "favoritando" idéias como essa dar cara nova a mobília antiga ou garimpada. Ficará mais bonito que móvel novinho, pois terá a nossa cara!
Thanks! :)

 
Às 12 de agosto de 2013 11:05 , Anonymous suzane disse...

Edu, e sofá? O meu é estampado e já enjoei da estampa dele, fora que é ruim de montar a decor da sala e comprar almofadas. Qual a solução baratex e criativa q vc indica?

 
Às 12 de agosto de 2013 11:47 , Anonymous Livia Pessoa disse...

Lindo, Edu!

 
Às 12 de agosto de 2013 11:50 , Anonymous Livia Pessoa disse...

Lindo, Edu!
e... ah! minha casa também pode ser cobaia, viu!

 
Às 12 de agosto de 2013 13:08 , Anonymous Juliana Amado disse...

Ficou demais, Edu!! A estampa da minha cadeira é igual a essa só que azul/cinza.

 
Às 12 de agosto de 2013 16:57 , Anonymous Carla Nascimento disse...

Edu, ficou ótimo o resultado!
Projetos fora de casa é um grande conquista, não é? Eu já fui convidada a dar consultoria, vamos ver no que vai dar! Sucesso pra gente!!!


beijão.

 
Às 12 de agosto de 2013 23:55 , Anonymous Grazi Construindo Minha Casa C disse...

Oi Edu!
Nossa, super prático e ficou lindo!!!
Abraços!

"Construindo Minha Casa Clean"

 
Às 13 de agosto de 2013 11:05 , Anonymous Verônica Oliveira disse...

Ficou otimo o tecido escolhido .....

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial